| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal do Farol
Desde: 24/03/2013      Publicadas: 1172      Atualização: 26/09/2014

Capa |  ACORDA BRASIL  |  BRASIL  |  CEL.FABRICIANO  |  CIDADANIA  |  FAMOSOS NO FAROL  |  IPATINGA  |  MUNDO  |  POLÍCIA  |  TIMÓTEO


 ACORDA BRASIL

  24/07/2013
  0 comentário(s)


Vândalos afirmam que receberam dinheiro para realizar quebra-quebra na cidade

Vândalos afirmam que receberam dinheiro para realizar quebra-quebra na cidade
Vândalos detidos durante a manifestação da última sexta-feira (19), em Vitória, disseram à polícia que receberam dinheiro para fazer o quebra-quebra no Centro. A informação é do chefe da Polícia Civil, delegado Joel Lyrio.

"E não foi um só que disse isso. Vamos investigar", resumiu o delegado, na manhã desta segunda-feira (22).

A polícia investiga o caso com o auxílio de imagens de videomonitoramento e fotos que foram tiradas durante o protesto da última semana.


A informação passada à polícia pelos detidos são de que eles teriam sido recrutados em um bar da periferia e recebido uma quantia média de R$ 20 para participar da quebradeira. Houve confronto entre manifestantes e a polícia no Palácio Anchieta, na Palácio da Fonte Grande, na Rua Sete, na Avenida Jerônimo Monteiro e na Praça Costa Pereira.


Pedras e bombas


Pelo caminho ficou um rastro de destruição. Boa parte das janelas do Palácio Anchieta ficou danificada. Pelos buracos dos vidros quebrados, foram jogados rojões dentro do palácio. Uma porta também foi derrubada no local.

Já na Jerônimo Monteiro, agências bancárias tiveram a fachada depredada e o comércio foi fechado por precaução. Calçadas foram quebradas com marretas, para que as pedras portuguesas fossem usadas como "munição" durante o quebra-quebra.


Liberdade


A justiça concedeu a liberdade para 23 pessoas que foram presas na última sexta-feira, durante o protesto que resultou na depredação contra o Palácio Anchieta e agências bancárias. A decisão, expedida na noite do último sábado, foi cumprida totalmente na tarde deste domingo (21). Eles deixaram o Centro de Triagem de Viana (CTV), depois de dois dias presos em ala considerada como a dos manifestantes.

Familiares acompanharam a saída dos parentes, e muitos se emocionaram. O último grupo de sete homens, chegou a se abraçar com os familiares e rezaram pelas outras 10 pessoas, que ainda permanecem presas. Além dos adultos, outros 11 adolescentes apreendidos também foram liberados por decisão judicial. Apesar da acusação da polícia, muitos dos que foram presos garantem que não participaram dos atos de vandalismo, nem mesmo da manifestação.


  Mais notícias da seção ACORDA BRASIL no caderno ACORDA BRASIL



Capa |  ACORDA BRASIL  |  BRASIL  |  CEL.FABRICIANO  |  CIDADANIA  |  FAMOSOS NO FAROL  |  IPATINGA  |  MUNDO  |  POLÍCIA  |  TIMÓTEO
Busca em

  
1172 Notícias