| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal do Farol
Desde: 24/03/2013      Publicadas: 1172      Atualização: 26/09/2014

Capa |  ACORDA BRASIL  |  BRASIL  |  CEL.FABRICIANO  |  CIDADANIA  |  FAMOSOS NO FAROL  |  IPATINGA  |  MUNDO  |  POLÍCIA  |  TIMÓTEO


 MUNDO

  23/09/2014
  0 comentário(s)


Pobres e ricos têm tratamento idêntico em sistema único no Canadá, diz médico brasileiro

Para brasileiro, classes sociais dividem vantagens e desvantagens de sistema de saúde no Canadá.

Pobres e ricos têm tratamento idêntico em sistema único no Canadá, diz médico brasileiro
De Nova York para a BBC Brasil

Com passagem pelo SUS (Sistema Único de Saúde) no Paraná e há mais de 10 anos atuando no Canadá, o médico brasileiro Fabio Cury acumula experiência nos dois sistemas públicos de saúde e acredita que o Brasil poderia aproveitar alguns aspectos do modelo canadense.

Para Cury, que é especializado em rádio-oncologia - o tratamento do câncer com radiações ionizantes (também conhecido como radioterapia) - uma das grandes diferenças entre os dois países é a presença, no Brasil, de dois sistemas de saúde, um público e outro privado, diferentemente do que acontece no Canadá.

"A vantagem de ter um sistema único realmente único (como acontece no Canadá) e não ter um sistema paralelo, como o sistema privado ou o plano de saúde, é que todo mundo tem que ser tratado, e bem tratado, sob aquele sistema (público)", disse Cury à BBC Brasil.

"(No Canadá) Toda a população tem acesso aos mesmos tratamentos, aos mesmos médicos, independentemente da sua classe social. É diferente do Brasil, onde uma pessoa com mais recursos será tratada em um hospital particular, e outra, com menos recursos, às vezes não será sequer tratada, ou será tratada em um hospital com menos tecnologia", diz.

Sistema público
Cury explica que todos os canadenses, independentemente da situação financeira, usam o sistema público para serviços médicos e atendimento hospitalar. O gasto com saúde já está incluído no Imposto de Renda, de acordo com os rendimentos de cada um. Na hora de receber o atendimento, geralmente não é preciso desembolsar nada.

Mesmo no caso de uma clínica de propriedade privada, o pagamento pelo tratamento será feito pelo governo, dentro do sistema público de saúde, e não pelo paciente. O sistema privado pode ser usado apenas para alguns serviços, como testes e diagnósticos, algumas cirurgias estéticas ou tratamento odontológico.

Cury faz uma comparação com a situação no Brasil, onde, dependendo dos recursos financeiros, os pacientes vão optar pelo SUS, por planos de saúde ou por pagar pelo tratamento integralmente.

"No tratamento do câncer, por exemplo, há drogas que o SUS não cobre, e o convênio cobre. Ou só tem acesso se pagar. Então essa pessoa (com mais recursos financeiros) vai receber um tratamento diferenciado do que aquele que está lá pelo SUS (no Brasil)", afirma.

Transição
Para Cury, uma possível maneira de elevar a qualidade do sistema público de saúde no Brasil seria melhorar salários e equipamentos, até que houvesse uma transição natural dos pacientes do sistema privado para o público.

"Quando (o tratamento pelo SUS) chegasse no mesmo nível dos grandes hospitais, talvez o paciente particular olhasse com outros olhos, visse que poderia fazer o tratamento de graça e com a mesma qualidade e no mesmo tempo", destaca.
O brasileiro ressalta que os hospitais públicos no Canadá, ao contrário de muitos no Brasil, são equipados com tecnologia de ponta, acessível a todos os pacientes, ricos ou pobres.

"O investimento em tecnologia poderia fazer o sistema público do Brasil se tornar algo mais próximo do que o que existe aqui fora. Porque os profissionais do Brasil são bem treinados, de maneira geral", afirma o brasileiro, que integra a equipe do Montreal General Hospital, parte do McGill University Health Center (Centro Universitário de Saúde McGill) em Montreal, na Província do Québec.

Cury faz uma comparação com a situação no Brasil, onde, dependendo dos recursos financeiros, os pacientes vão optar pelo SUS, por planos de saúde ou por pagar pelo tratamento integralmente.

"No tratamento do câncer, por exemplo, há drogas que o SUS não cobre, e o convênio cobre. Ou só tem acesso se pagar. Então essa pessoa (com mais recursos financeiros) vai receber um tratamento diferenciado do que aquele que está lá pelo SUS (no Brasil)", afirma.

Transição
Para Cury, uma possível maneira de elevar a qualidade do sistema público de saúde no Brasil seria melhorar salários e equipamentos, até que houvesse uma transição natural dos pacientes do sistema privado para o público.

"Quando (o tratamento pelo SUS) chegasse no mesmo nível dos grandes hospitais, talvez o paciente particular olhasse com outros olhos, visse que poderia fazer o tratamento de graça e com a mesma qualidade e no mesmo tempo", destaca.
O brasileiro ressalta que os hospitais públicos no Canadá, ao contrário de muitos no Brasil, são equipados com tecnologia de ponta, acessível a todos os pacientes, ricos ou pobres.

"O investimento em tecnologia poderia fazer o sistema público do Brasil se tornar algo mais próximo do que o que existe aqui fora. Porque os profissionais do Brasil são bem treinados, de maneira geral", afirma o brasileiro, que integra a equipe do Montreal General Hospital, parte do McGill University Health Center (Centro Universitário de Saúde McGill) em Montreal, na Província do Québec.

"Aqui tem fila, mas ninguém morre na fila", afirma Cury, ao observar que o tempo de espera costuma ser menor que o registrado no SUS, mas maior do que no sistema privado do Brasil ou de outros países.

Ao contrário do que ocorre no Brasil, no Canadá o paciente não tem a opção de pagar mais para ser atendido mais rápido.
Cury observa que há casos de pacientes com mais recursos que acabam, por exemplo, viajando aos Estados Unidos em busca de uma consulta de segunda opinião ou de tratamento mais rápido.

Mas de modo geral, em caso de descontentamento com algum serviço, a reação da população costuma ser reclamar e exigir seus direitos ao tratamento de saúde de ponta.

Ensino e pesquisa
Para o rádio-oncologista, o maior estímulo ao ensino e à pesquisa também são aspectos do modelo canadense que poderiam ser adotados no Brasil.

Outro fator que, na visão de Cury, poderia ser melhorado no Brasil seria a criação de condições para que os profissionais de saúde se dediquem exclusivamente a um determinado local, sem precisar recorrer a dois ou mais empregos para pagar as contas.

"Infelizmente, vejo colegas no Brasil trabalhando em dois ou três lugares. Aqui, a maioria trabalha em um único hospital. É onde você vai ver seus pacientes, vai fazer sua pesquisa e vai lidar com a sua parte de ensino", afirma.
"A ideia de se ter plano de carreira para um médico, tanto dentro da universidade quanto alguma coisa guiada pelo governo, com salários melhores, com plano de aposentadoria e tudo mais, seria um grande atrativo para o médico brasileiro."

Formado pela Universidade Federal do Paraná, Cury, de 40 anos, chegou ao Canadá em 2003, após concluir residência no Brasil. Logo depois, surgiu o convite para permanecer no país.

Assim como todos os médicos formados fora do Canadá, ele teve de revalidar seu diploma e fazer diversas provas, inclusive de língua francesa (falada no Québec), para ganhar a permissão para atuar.

O fato de muitos médicos estrangeiros atuarem no Canadá facilitou a adaptação, diz Cury. "Nunca senti preconceito em relação a ser de fora ou em relação a ser brasileiro", afirma.

"Acho que o aspecto humano do médico brasileiro é uma coisa que chama a atenção de qualquer população. Quando o brasileiro vem para cá, faz sucesso entre os pacientes. Essa forma carinhosa que o brasileiro tem é um ponto positivo."
Recrutamento de estrangeiros

A demanda por médicos levou o Ministério da Saúde e Serviços Sociais do Québec a criar há mais de dez anos um programa de recrutamento, o Recrutement Santé Québec, para atrair profissionais formados em outros países.
Esses médicos precisam ser aprovados pela ordem profissional de médicos, o Collège des Médicins du Québec, equivalente a um CRM (Conselho Regional de Medicina) no Brasil.

As regras do programa incluem ainda a aprovação em testes e cursos de treinamento, e o recrutamento não vale para áreas universitárias, como Montreal, mas somente para áreas onde há muita demanda.

Segundo a assessoria de imprensa do projeto, desde seu início, em 2003, o programa já recebeu 62 inscrições do Brasil. Desses candidatos, 12 obtiveram licença para atuar no Québec, sendo três recrutados como professores. Atualmente, nove deles permanecem no programa.













  Mais notícias da seção MUNDO no caderno MUNDO
19/09/2014 - MUNDO - Exército italiano vai plantar maconha para fins terapêuticos
Cannabis importada já é usada com esse propósito no país, mas custa o dobro do preço previsto para a produção nacional....
19/09/2014 - MUNDO - Bill Gates promete camisinha ultrafina para futuro próximo
ill Gates declarou nesta quinta-feira que falta pouco para se conseguir um preservativo de última geração ultrafino....
09/09/2014 - MUNDO - Schumacher deixará hospital para se tratar em casa
Michael Schumacher enfim poderá continuar em casa o tratamento da gravíssima lesão que sofreu após um acidente de esqui, em dezembro do ano passado. ...
02/04/2014 - MUNDO - Gênero neutro é reconhecido pela Suprema Corte da Austrália
Norrie, que usa apenas o primeiro nome e não se identifica como homem ou mulher, fala durante uma conferência ao lado do advogado Scott McDonald em Sydney após a corte australiana legalizar o terceiro gênero 'neutro'. (Foto: William West/AFP)...
29/03/2014 - MUNDO - CNN erra e noticia a morte de Pelé. Canal pede desculpas
Pelo Twitter de um programa, rede americana disse que ex-craque estava morto....
27/03/2014 - MUNDO - Canadense que doava notas de US$ 100 é internado em hospício
Richard Wright foi levado para avaliação na última quinta-feira depois que algumas pessoas beneficiadas pela caridade dele avisaram as autoridades....
26/03/2014 - MUNDO - Obama: atitude da Rússia com vizinhos é "sinal de fraqueza"
Barack Obama durante conferência de imprensa após 3ª Cúpula sobre Segurança Nuclear, em Haia, Holanda, nesta terça-feira, 25 de março. Foto: Reuters...
24/03/2014 - MUNDO - Premiê da Malásia afirma que avião desaparecido caiu no Oceano Índico
Boeing da Malaysia Airlines sumiu no dia 8 com 239 pessoas a bordo.Premiê e empresa dizem que aeronave se perdeu e não há sobreviventes....
01/12/2013 - MUNDO - Uruguai não terá fumo livre, diz Mujica
O presidente do Uruguai, Jose "Pepe" Mujica concede entrevista a Folha em sua casa, na zona rural de Montevideu...
27/11/2013 - MUNDO - Falta de pilotos ameaça crescimento do setor aéreo
Setor de aviação está se recuperando da crise, mas muitos temem escassez de pilotos....
27/11/2013 - MUNDO - Brasil e Alemanha conseguem primeira vitória na ONU contra espionagem
Dilma foi a primeira a reclamar contra os EUA, seguida por Merkel; ambas teriam sido espionadas....
25/11/2013 - MUNDO - Ex-funcionários listam as dez piores coisas sobre trabalhar na Google
Enquete realizada com antigos funcionários mostra uma realidade diferente da apresentada pela empresa....
20/11/2013 - MUNDO - Ranking britânico elege Paris como melhor cidade para estudar
Nenhuma brasileira aparece na lista que reúne 50 nomes. No ano passado São Paulo estava em 45º lugar....
15/11/2013 - MUNDO - China vai reduzir restrição a filho único, diz mídia estatal
Se pai ou mãe for filho único, casal poderá ter dois filhos. Sistema de 'reeducação através do trabalho' também será abolido....
12/11/2013 - MUNDO - Novo World Trade Center é declarado o prédio mais alto das Américas
Conselho decidiu contar na altura total o pináculo instalado em seu topo. Decisão pôs fim a 40 anos de supremacia da Willis Tower, em Chicago. (Foto: Mark Lennihan/AP Photo)....
08/11/2013 - MUNDO - Plenária indicará rumos da China na próxima década; entenda
Policiais fazem guarda na Praça da Paz Celestial, na China....
04/11/2013 - MUNDO - ONG holandesa cria menina virtual e identifica mil suspeitos de pedofilia
Pessoas de 71 países diferentes queriam pagar para fazer sexo virtual com 'Sweetie', menina criada digitalmente....
01/11/2013 - MUNDO - Mulher deve recorrer de multa por dirigir usando óculos do Google
"A lei não é clara e é muito antiquada", afirmou....
30/10/2013 - MUNDO - EUA podem ter espionado o papa Francisco, diz revista
As escutas telefônicas feitas pelos americanos também teriam visado ao Vaticano e ao Papa, afirmou a revista Panorama, pertencente ao grupo Berlusconi. ...
30/10/2013 - MUNDO - Polícia nos EUA testa bala com GPS em perseguições
Dispositivo é disparado contra carro perseguido, que passa a ser monitorado até localização de suspeitos....
22/10/2013 - MUNDO - Os empregos que as mulheres não podem ter na China
Atração mais popular entre as meninas éa oportunidade de se vestir como aeromoça(Foto: BBC)...
22/10/2013 - MUNDO - México vai convocar embaixador dos EUA para explicar sobre espionagem
Agência federal americana teria espionado o ex-presidente Calderón....
22/10/2013 - MUNDO - Candidato homossexual tenta se eleger prefeito de Tel Aviv
Em sua campanha, Horowitz prometeu que se for eleito não permanecerá no cargo mais de dois mandatos, porque "mais tempo abre a porta para a corrupção e os cidadãos entendem dessa forma"....
10/10/2013 - MUNDO - Campanha em Nova York quer ajudar autoestima de pré-adolescentes
O alvo são meninas entre 7 e 12 anos, com autoestima baixa. O objetivo é evitar problemas futuros, como depressão e alcoolismo....
07/10/2013 - MUNDO - Diamante bate recorde ao ser leiloado por US$ 30 milhões em Hong Kong
A pedra, apelidada de "Magnífico Diamante Ovalado", foi descoberta em 2011 em uma mina profunda de um país africano...
07/10/2013 - MUNDO - Cristina Kischner será operada na manhã desta terça
Presidente argentina foi diagnosticada com hematoma no cérebro...
06/10/2013 - MUNDO - Chefe da Al Qaeda é capturado em operação dos EUA na Líbia
Forças americanas capturaram na Líbia o membro da rede Al Qaeda Abu Anas al-Libi....
27/09/2013 - MUNDO - Leis querem acabar com pesadelo de homens e mulheres que têm imagens íntimas publicadas por ex-namorados
Apesar dos vários benefícios, a internet se tornou, para muitos, um verdadeiro pesadelo...
24/09/2013 - MUNDO - PEC da Música é aprovada e segue para a promulgação
Apesar do empenho da bancada do Amazonas, Pec da Música foi aprovada sem emendas...



Capa |  ACORDA BRASIL  |  BRASIL  |  CEL.FABRICIANO  |  CIDADANIA  |  FAMOSOS NO FAROL  |  IPATINGA  |  MUNDO  |  POLÍCIA  |  TIMÓTEO
Busca em

  
1172 Notícias